Aquecedor solar de baixo custo

Um sistema de aquecimento de água feito com canos de PVC, garrafas PET de refrigerante e caixas de leite longa vida foi um dos trabalhos apresentados no Campus Araranguá durante a Semana da Ciência e Tecnologia. O estudante Geison Euzébio, do curso de licenciatura em Física, apresentou o projeto “Aquecedor Solar Caseiro de Baixo Custo” a estudantes de escolas públicas e visitantes da Semana.

No sistema, que pode ser visualizado por meio de um protótipo já desenvolvido, a água flui pelos canos somente com a gravidade e a pressão. Em volta dos canos de PVC, é feito um painel com as caixas de leite abertas e pintadas com tinta preta, para absorver mais calor do sol, e as garrafas PET, que ajudam a reter esse calor. “As garrafas funcionam mais ou menos como o ‘efeito estufa’ do sistema”, explica Geison.

Ao passar pelos tubos, a água é aquecida e sobe de volta para o reservatório – que deve ser obrigatoriamente instalado a uma altura acima do painel – já em temperatura de banho (cerca de 50 graus). Como a água quente é menos densa que a fria, o tubo que vai levar a água já quente para o chuveiro ou torneira deve ser colocado na parte superior do reservatório, pois a água fria, mais densa, fica na parte de baixo.

Além de permitir reutilizar materiais que virariam “lixo”, o sistema também economiza energia que seria destinada para o aquecimento de água e também não usa nenhum motor para bombear a água. Os pesquisadores disponibilizam no site do Campus Araranguá informações sobre o aquecedor e em breve vão divulgar um vídeo que explica como pode ser montado um sistema caseiro desse tipo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *