Alunos intercambistas do Propicie apresentam trabalhos no Campus Florianópolis

De fevereiro a março deste ano, 10 alunos do Instituto Federal de Santa Catarina (IF-SC) participaram do Programa de Cooperação Internacional para Intercâmbio de Estudantes (Propicie) e tiveram a oportunidade de conhecer novos países e estudar em universidades internacionais na Alemanha, Áustria, Espanha e Portugal. Na manhã desta quarta-feira (20), durante a Semana de Ciência e Tecnologia do Campus Florianópolis, eles se reuniram e apresentaram trabalhos sobre suas experiências e projetos desenvolvidos durante o intercâmbio.

As apresentações começaram às 8h, na sala 16 – ao lado do auditório -, e duraram a manhã inteira. Sob os olhares do coordenador de assuntos internacionais do IF-SC Jair Líbero Cadorin e de alguns professores que orientaram os trabalhos, os alunos falaram um pouco dos projetos desenvolvidos nas universidades e da vida longe de casa, em países com culturas e hábitos diferentes. Durante o intercâmbio, os alunos receberam auxílio para moradia e alimentação, além de bolsas de pesquisa para desenvolverem seu Trabalho de Conclusão de Curso ou Projeto Integrador.

Pietro Paolo de Barros, estudante do quarto ano do curso Superior de Tecnologia em Radiologia do Campus Florianópolis, passou cinco meses assistindo aulas e participando de projetos envolvendo medicina nuclear na Escola Superior de Tecnologia da Saúde, em Porto, capital de Portugal. Para ele, a experiência foi marcante. “Conheci novas realidades, novos pensamentos. Foi uma grande oportunidade de crescimento profissional e pessoal também”, destaca.

Para Pietro, as experiências adquiridas no exterior superaram as expectativas, que já não eram pequenas. Durante o intercâmbio, o jovem conseguiu um estágio no Hospital Geral de Santo Antônio e pode ampliar ainda mais seus conhecimentos profissionais. “Aprendi de tudo, vi muitas coisas diferentes da realidade brasileira, e que não teria visto em outro lugar. Além de tudo, fui muito bem recebido e tratado com muito respeito pelos colegas”, diz o estudante, que se forma no final desse ano. Pietro espera ingressar rápido no mercado profissional, mas também torce para novas oportunidades de intercâmbio. “Farei quantas vezes for possível. É uma chance única, que tem que ser aproveitada sempre que aparece”, garante.

Para o coordenador de Assuntos Interacionais do IF-SC, Jair Líbero Cadorin, o programa de Intercâmbio Propicie, que já está em sua quarta edição, vem crescendo e criando vínculos com novas universidades estrangeiras. Para ele, esse é o reconhecimento de um trabalho fundamental na formação do aluno. “Cada vez tem mais procura, e assim vamos conseguindo mais vagas para intercambistas. É um programa muito valorizado pelos alunos e que ainda pode ser mais divulgado e aproveitado pelo comunidade acadêmica”, completa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *