Sonho de abrir o próprio negócio é discutido por ex-alunos do IFSC

Você quer realizar os seus sonhos? A resposta desta pergunta esteve nas seis palestras da tarde desta quinta-feira (18), realizadas no auditório da Reitoria do Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC). Ao todo, cinco ex-alunos do curso técnico de Panificação e Confeitaria do Campus Florianópolis-Continente contaram as suas experiências no mercado de trabalho e a trajetória profissional desde como iniciou a inserção dos jovens na área de alimentos até o dia a dia do funcionamento da empresa deles.

Um dos ex-alunos bem sucedidos na área de panificação e confeitaria é Thiago Ribeiro. O jovem de 20 anos, ao perceber a demanda por padarias de qualidade no centro de Florianópolis, teve a iniciativa em transformar a mercearia do pai em uma empresa de doces e pães. “No início eu tinha muitas dúvidas de como alavancar os negócios do meu pai. Mas meus amigos e professores ajudaram com muitas dicas na abertura do novo empreendimento”, afirma o empreendedor da “Dona Fulana Pães e Doces”.

Outros três ex-alunos que estudaram com Thiago foram convidados a trabalhar na empresa por ele. “Estou com eles até hoje pois sempre acreditei que uma equipe deve ser constantemente valorizada e motivada. É fundamental que todos se sintam realizados”. O ex-aluno explica que convidou os colegas pela competência e caráter deles. “Eu observava quem desenvolvia os melhores alimentos e era fácil de conviver”, diz.

Entre os produtos que a padaria oferece, estão pães de paçoca com doce de leite, beterraba com cenoura, açaí com granola, e outras invenções, além de doces confeccionados na própria padaria, ao invés de terceirizados. “A maioria são alimentos diferenciados que foram aprendidos durante as aulas do IFSC. Temos inúmeras receitas de lá”, completa.

Antes das apresentações dos ex-alunos, a diretora-geral do Campus Florianópolis-Continente, Nelda Plentz de Oliveira, abriu a primeira palestra do dia: planejamento financeiro e pessoal com o gestor de eventos do banco Santander, Carlos Guilherme Matte, representando o setor da indústria privada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *