Alunas ensinam a fazer hortas em casa de forma prática e simples

Bruna_e_AnaÉ possível cultivar uma horta em casa de forma simples, barata e descomplicada – basta utilizar técnicas certas e acessíveis e ter vontade. “Quem cultiva suas plantas e hortaliças em casa de forma sustentável também tem uma vida mais saudável”, defendem Bruna Frozza (na foto, à dir.), 14 anos, e Ana Alves, 15, que apresentam na SNCT do Câmpus São Miguel do Oeste o projeto “Horta sustentável”.

horta_sustentavel_1As alunas do segundo módulo curso técnico integrado de Agroindústria explicam os procedimentos para dois tipos de hortas. No primeiro, embalagens vazias de produtos de limpeza ou garrafas pet são aproveitadas para o plantio de hortaliças como alface, morango e hortelã. É necessário, ensinam, higienizar bem as embalagens vazias e enchê-las com terra normal, substrato (tipo de composto especial para esse tipo de uso) ou mesmo areia, dependendo da espécie que se vai plantar. O sistema de irrigação é feito com canos próprios para essa finalidade, instalados num sistema simples alimentado por uma garrafa pet. Os canos liberam aos poucos a água sobre as plantas, mantendo a irrigação num ritmo ideal e economizando, assim, o tempo de quem cuida da horta.

horta_sustentavel_2Outra técnica para cultivo de hortaliças em casa é a hidroponia, que depende de um sistema um pouco mais complexo formado por um recipiente onde é mantido o líquido, uma bomba e canos instalados de forma circular. As sementes são plantadas numa espuma germinadora, dentro dos furos do cano; à medida que crescem, são passadas primeiro para copinhos plásticos e depois ficam diretamente no cano. Na água, que é bombeada de forma contínua, são acrescentados os nutrientes necessários para que as plantas se desenvolvam. Bruna e Ana explicam que todo o material para esse tipo de horta pode ser encontrado em casas agropecuárias, inclusive o aparelho para medir o ph da água (que deve ficar entre 5,5 e 6,5). “Nosso objetivo com o projeto é incentivar as pessoas a levar uma vida mais saudável, cultivando suas próprias plantas e hortaliças em casa, de forma barata e sem ocupar muito tempo”, definem as autoras do trabalho.