Estudantes são estimulados a iniciar o próprio negócio

GW jaraguatec 1Empreender é um caminho de muito esforço, mas de grande recompensa. Essa é uma das afirmações do professor Victor Alberto Danich, que participou, na terça-feira (22), de uma das palestras da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT) no Câmpus Geraldo Werninghaus. Danich é professor do centro universitário Católica de Santa Catarina e atualmente dirige a JaraguaTec, uma incubadora de empresas vinculada ao centro universitário.

Segundo Danich, os estudantes, de forma geral, possuem muita criatividade e potencial empreendedor, mas a distância entre ter uma boa ideia e montar uma empresa de sucesso costuma ser grande. “Para auxiliar as pessoas que têm boas ideias surgiram as incubadoras, que dão suporte nos primeiros anos de vida da empresa até que ela esteja pronta para ir ao mercado”, afirma.

GW jaraguatec 2Para o professor, as chances de uma nova empresa alcançar sucesso no mercado mudam de 30% para 70% quando existe o auxílio de uma incubadora nos primeiros estágios de vida da empresa. “Os empreendedores ganham experiência durante a incubação e isso ajuda muito nas etapas posteriores. O mercado capitalista exige que as empresas obtenham lucro e isso nem sempre é fácil”, destaca.

O caminho do empreendedorismo deverá ser a escolha para a aluna Raquel Blunk, do segundo módulo do curso técnico em Eletrotécnica do Câmpus Geraldo Werninghaus. “Eu ainda não tenho uma ideia sobre a empresa que quero montar, mas certamente o curso aqui do IFSC vai me dar grandes ideias para eu colocar em prática”, diz.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *