Mesa-redonda discute a relação entre atividade física e saúde

Na manhã desta quinta-feira (24), os participantes da SNCT do Câmpus Araranguá acompanharam a mesa-redonda “Ciência, saúde e esporte”, que contou com a participação da professora do IFSC Carmem Beck e do médico da Faculdade de Medicina da Uniplac, Rafael Gilson. A mediação ficou por conta do professor Mateus Colares.

SONY DSCRafael fez uma apresentação sobre o panorama geral da saúde no Brasil e no mundo, apresentando índices – como natalidade, expectativa de vida e mortalidade – e a evolução histórica deles. Já Carmem apresentou as mudanças que ocorreram nos padrões de atividade física que, segundo ela, podem ser observadas por meio de quatro domínios: deslocamento, atividades domésticas, trabalho e lazer. “Pode-se notar uma grande diferença nessas quatro atividades. As formas como as executamos mudaram muito, e essas mudanças fazem com que as pessoas façam menos esforço, menos atividade física”, explica.

Segundo a professora, essas mudanças podem ser atribuídas a vários fatores, como o crescimento econômico, o ambiente favorável ao transporte motorizado, a baixa percepção de segurança, a urbanização, os dispositivos mecânicos utilizados no trabalho e as relações pessoais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *