Palestra aborda a prática da cópia na moda brasileira

“A moda precisa da cópia para que um novo estilo seja criado”. Essa foi a conclusão que a professora Anamélia Fontana Valentim apresentou na palestra “Reprodutibilidade estética na moda na era da reprodutibilidade técnica”, realizada nesta quarta-feira (22), durante a programação da SNCT do Câmpus Araranguá.

SONY DSCA professora destacou que, assim como a arte, a popularização da moda também se dá pela reprodução. “Eu nunca vi o quadro da Monalisa, mas eu sei como ele é, porque já vi a reprodução dele, por meio de fotos, por exemplo. O mesmo acontece na moda. As pessoas pegam uma ideia pronta e trabalham em cima dela. Dessa forma, uma tendência ou um estilo é reproduzido até a massificação, o que faz com que um novo estilo surja”, explica.

Outro ponto abordado na palestra é que, através da cópia, um produto pode até ser melhorado. “A cópia não deve ser vista como algo negativo. A moda brasileira aprendeu e cresceu com essa prática. Ela faz parte do processo de mudança na moda como um todo”, afirma Anamélia.

Para Malu Huff, aluna do último módulo do curso técnico de Produção de Moda do Câmpus Araranguá, a palestra foi bem técnica e complementou o conteúdo já estudado em sala de aula. “A cópia permite que um maior número de pessoas conheça o original e se acostume com ele. Isso é muito bom porque, quando não conhecemos algo, a tendência é rejeitarmos”, disse.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *