Sobre Jornalismo IFSC

Coordenadoria de Jornalismo do IFSC

Atividades extras no Câmpus Geraldo Werninghaus

elaboracaoprojetospesquisa2No último dia da SNCT em 2013, foram realizadas no Câmpus Geraldo Werninghaus duas apresentações que não estavam previstas no calendário inicial de atividades. O professor Mário Cesar Sedrez proferiu a palestra “Cuidados na Elaboração de um Projeto de Pesquisa”, na qual demonstrou, passo a passo, como elaborar um projeto de pesquisa. Para ilustrar sua palestra, Sedrez utilizou o exemplo do projeto de pesquisa “Impacto ambiental da pesca artesanal do camarão sete-barbas em Penha, SC”.

Em seguida, aluno Lucas Rodrigues, que estuda no Câmpus Jaraguá do Sul e trabalha como estagiário do Câmpus Geraldo Werninghaus, apresentou o trabalho “Chuvas ácidas em Jaraguá do Sul”,elaboracaoprojetospesquisa1 o qual tem como objetivo identificar o pH da água da chuva em cinco locais específicos do município. Lucas foi orientado pelo professor Sedrez e seu estudo contribuiu com a apresentação sobre a elaboração de projetos de pesquisa.

elaboracaoprojetospesquisa3

Aluno desenvolve melhoria para processo de costura

costura2Uma ideia com potencial para melhorar um processo da indústria de vestuário. Esse é o projeto “Alimentação inferior para máquina de costura ponto fixo (reta)”, elaborado pelo aluno Valnei Kohlrausch do Câmpus Geraldo Werninghaus e que foi apresentado durante a 10ª edição da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT).

O projeto melhora um dos princípios de funcionamento da máquina de costura ponto fixo (reta). Todas as máquinas deste tipo ou bordadeiras utilizam uma caixa de bobina com carretilha, que devem ser recarregadas após esgotarem a capacidade da bobina – aproximadamente de 40 metros de fio, que resulta em 30 metros de costura.costura1 O projeto de Valnei modifica o princípio de funcionamento ao eliminar a caixa de bobina “carretilha” e, consequentemente, o tempo necessário para recarregar a carretilha, facilitando o processo de costura de ponto fixo.

Palestra alerta estudantes de eletrotécnica sobre as especificidades do cabeamento estruturado

Uma palestra direcionada aos alunos da área de eletrotécnica sobre a instalação de cabeamento estruturado foi ministrada, na quinta (24) e na sexta-feira (25), pelo servidor Fábio Meinchem. Para Fábio, é importante que os estudantes desta área conheçam o funcionamento do cabeamento estruturado porque, na maioria das vezes, cabe ao eletricista a instalação deste tipo de cabeamento.

Imagem ilustrativa.

Imagem ilustrativa.

Com o título “Cabeamento Estruturado: Passagem e Lançamentos de cabos”, a palestra abordou cuidados que são necessários aos eletricistas no processo de instalação do cabeamento. “Este é um tipo específico de cabeamento e que, por falta de conhecimento do responsável pela instalação, pode perder qualidade na transmissão de dados”, explica Fábio.

Matemática é tema de palestra em Jaraguá

jaragua gw mtm computacional (2)Durante a 10ª edição da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT), o Câmpus Geraldo Werninghaus promoveu uma palestra sobre as aplicações da matemática no cotidiano dos alunos e servidores do câmpus. Com o título “Matemática Computacional” e ministrada pelo professor Gerson Ulbrich, a palestra ocorreu nos períodos vespertino e noturno do dia 23 de outubro e abordou, por exemplo, a história dos números, as teorias do efeito borboleta e do caixeiro viajante e os números binários. Também ocorreram demonstrações de softwares que realizam cálculos matemáticos.

jaragua gw mtm computacional (3)

jaragua gw mtm computacional (1)

Inventor do Bina fez palestra no Câmpus São José

Um dos mais conhecidos inventores brasileiros, o mineiro Nélio José Nicolai, ministrou palestra na SNCT no Câmpus São José e contou um pouco sobre a batalha judicial que enfrenta há cerca de 10 anos pelo reconhecimento de sua patente sobre o sistema Bina (sigla para “B identifica o número de A”), que deu origem aos identificadores de chamada de aparelhos de telefone fixos e móveis. Nicolai move processos na justiça contra grandes empresas do ramo de telecomunicações tentando ser ressarcido pelo uso de identificadores de chamada.

nelionicolai

De acordo com o inventor, ele tem pouco reconhecimento no Brasil, enquanto recebeu prêmios no exterior, como uma medalha da Organização Mundial da Propriedade Intelectual (Wipo, na sigla em inglês). Segundo ele, o fato de não ser pago pelo uso dos identificadores de chamada prejudica também a sociedade brasileira, que perde o dinheiro de impostos que seriam cobrados sobre os recursos que receberia. Somente no Brasil, são cerca de 267 milhões de celulares, que em sua maioria usam, segundo Nicolai, a tecnologia que ele desenvolveu e patenteou. “A patente não é patrimônio de uma só pessoa, mas de um país”, comenta.

Nicolai afirmou que o inventor precisa “tentar achar a pergunta para encontrar a resposta” e que na academia há boas ideias que se perdem porque as pessoas têm medo de desenvolvê-las por medo de ser criticadas.

 

 

Câmpus Chapecó realiza atividades da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia

minicursohidraulica (3)O Câmpus Chapecó realizou nos dias 30 e 31 de outubro atividades para marcar a Semana Nacional da Ciência e Tecnologia (SNCT). Alunos e visitantes puderam participar de minicursos e palestras profissionais, além de conhecer os laboratórios do câmpus e trabalhos realizados por estudantes e pesquisadores.

Na palestra “Manutenção: cenário atual”, a professora Graciela Pelegrini abordou a conduta atual com as ferramentas e processos de manutenção utilizados na indústria e prestadores de serviços. Acompanharam a fala de Graciela principalmente os alunos do câmpus, futuros técnicos que poderão atuar em áreas de manutenção.

MinicursoNR35O minicurso em automação pneumática e hidráulica ministrado pelo professor Rodrigo Szpak (foto no alto) apresentou aos participantes técnicas específicas da automação nesse segmento em expansão, cujo mercado tem crescente demanda por técnicos que tenham noção prática dos processos.

Lidiecson Colussi palestrante (1)Na palestra “NR 35 – Trabalho sem altura” (foto acima), a professora Marli Baú abordou os cuidados que devem ser tomados quando se está executando qualquer tipo de trabalho acima do solo, explicando aos estudantes da área elétrica, mecânica e de automação os riscos que se pode correr pela falta de preparo.

minicurso clp (2)Lidiecson Colussi, técnico mecânico que atua como gerente da Plasmetal, fabricante de máquinas de frigoríficos e outras indústrias alimentícias, fez palestra (foto acima) abordando sua experiência profissional e procurou mostrar aos estudantes que as barreiras são difíceis, mas não intransponíveis. Formado técnico em 2003, Colussi tem mais de 120 colaboradores sobre seu comando, com as mais variadas formações. Já no minicurso de CLP s7-200 Siemens, os participantes puderam conhecer e praticar com mais aprofundamento um dos equipamentos mais utilizados em sistemas elétricos e de automação.

Mercado de vinhos é tema de palestra na SNCT em Urupema

O mercado e o potencial das regiões de altitude para a produção de vinhos foi tema da palestra do agrônomo Alberto Fontanella Brighenti, mestre em Produção Vegetal e doutorando em Recursos Genéticos Vegetais pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), na SNCT no Câmpus Urupema.

palestra_vinhosAlberto apresentou dados que mostram o panorama das produções mundial e brasileira de uva e vinho. O Brasil é o 15º produtor mundial de uva, sendo o Rio Grande do Sul o estado com maior produção dentro do País, seguido por Pernambuco e São Paulo. Da produção brasileira de uva, 80% vai para processamento (fabricação de bebidas – principalmente sucos e vinhos -, vinagres e geleias, por exemplo). A principal bebida fabricada  partir de uva no Brasil é o vinho de mesa, mas observa-se, de acordo com Alberto, aumento na produção de suco e espumante.

O Brasil ainda é um país que consome pouco vinho, se comparado com os países europeus e mesmo alguns latino-americanos, como Chile, Uruguai e Argentina: são pouco mais de 2 litros per capita por ano. O recordista mundial é Luxemburgo, país da Europa com 500 mil habitantes, com mais de 50 litros per capita por ano.

O estado brasileiro com maior consumo per capita de vinho é o Rio de Janeiro, que, junto com São Paulo, respondem por metade do consumo nacional. Os sete estados das regiões Sul e Sudeste, somados, detêm 80% do consumo brasileiro. “Ainda há os mercados do Norte e Nordeste a ser explorados”, comenta Alberto.

A tendência que se observa no Brasil, de acordo com o palestrante, no que diz respeito ao consumo de vinho é de uma maior procura por informações e cursos sobre tipos de vinho, criação de confrarias, troca da cerveja pelo vinho e campanhas de promoção do vinho nacional.

Alberto mostrou, ainda, as diferentes variedades de uva usadas na produção de vinho, suas características e adaptação a climas e solos, destacando cabernet sauvignon, merlot, pinot noir, syrah, sangiovese, malbec, tannat, chardonnay, sauvignon blanc, moscato giallo, gewürztraminer, bordô, isabel (a mais plantada no Brasil), niágara e goethe (muito cultivada na região Sul de Santa Catarina, especialmente em Urussanga).

Robô manipulador é apresentado durante a SNCT em Jaraguá

A mais recente aquisição do Câmpus Geraldo Werninghaus, o robô manipulador ABB, foi um dos destaques da SNCT. Apresentado à comunidade do câmpus pelos servidores Anna Baasch e Fábio Meinchem, o robô assemelha-se a um braço mecânico e é cada vez mais utilizado em linhas de montagem. O objetivo é que os estudantes do câmpus aprendam a utilizar o robô durante as aulas e já estejam capacitados para lidar com essa tecnologia caso busquem uma vaga em empresas que utilizam esses robôs.

Segundo Meichem, além de proporcionar um diferencial na formação dos alunos, o robô deve ser utilizado para integrar os cursos das áreas de mecânica e eletrotécnica. “Por meio do ABB será possível realizar projetos integrados entre os cursos, inclusive entre os cursos de nível técnico e superior”, conta.

O robô, que custou 150 mil reais ao IFSC, também foi adquirido por outros câmpus da instituição. Clique aqui e conheça o robô ABB em funcionamento!

Importância da atividade física é tema de palestra no Câmpus Geraldo Werninghaus

gw qualidade vida (2)Na noite de terça-feira (22), o Câmpus Geraldo Werninghaus promoveu a palestra “A importância da atividade física em nossas vidas”, ministrada pelo coordenador de Atividade Física do Sesc, Kleber Rangel Corrêa Junior. Entre os assuntos abordados estiveram os tipos de atividade física (aeróbica, de resistência e força, de equilíbrio e elasticidade), os benefícios do exercício físico para a saúde, o que caracteriza o sedentarismo e os riscos associados à falta de atividade física. Durante a palestra, os alunos do câmpus realizaram perguntas relacionadas, principalmente, aos tipos de atividade física e ao treinamento de força.

gw qualidade vida (1)Na quinta-feira (24), a câmpus recebeu novamente a palestra sobre atividade física, mas desta vez no período vespertino e ministrada pelo professor do Sesc, Thiago Millet.

Câmpus Jaraguá do Sul termina SNCT com ginástica aberta à comunidade

jaragua ginastica snct 097Para encerrar a 10ª edição da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT), o Câmpus Jaraguá do Sul promoveu, na sexta-feira (25), uma aula de ginástica aberta à comunidade. Além de alunos e servidores, quem passava em frente ao câmpus também foi convidado a participar da atividade. Além do exercício físico, também foram oferecidos alongamentos e avaliações físicas.

O evento de encerramento foi realizado em parceria com a Fundação Municipal de Esportes de Jaraguá do Sul, a qual montou um palco sob a tenda que estava montada em frente ao câmpus. A professora Maria, da Fundação, animou os participantes e comandou uma aula da modalidade “Combat”, uma modalidade de ginástica que mistura música e movimentos de artes marciais.

Confira, abaixo, as fotos da atividade de encerramento da SNCT no Câmpus Jaraguá do Sul.

jaragua ginastica snct 070 jaragua ginastica snct 067 jaragua ginastica snct 086 jaragua ginastica snct 094 jaragua ginastica snct 117